Retrospectiva 2015: o que li, assisti e ouvi em 2015
Cinema e afins/Literatura/Music in the Space/Sci Fi no Cinema

Retrospectiva 2015: o que li, assisti e ouvi em 2015

Acho que há um consenso (ou perto disso pelo Twitter, ao menos) que 2015 foi um ano difícil. Quer dizer, um aninho complicado. As razões para tanto são muitas: o estúpido fla-flu político no Brasil que anda deixando uma grande quantidade de pessoas completamente ignorantes, ao menos no Brasil, o que é sentido primeiramente nas … Continuar lendo

Star Wars – O despertar da Força: resenha com kylos de spoilers
Cinema e afins/Sci Fi no Cinema

Star Wars – O despertar da Força: resenha com kylos de spoilers

É difícil não conhecer Star Wars. Tu não precisa ser especialista nos detalhes de trama por já ter assistido mais de noventa vezes (como este Jedi que vos escreve, treinado por Mestre Obi Wan Kenobi), mas provavelmente você já se deparou com figuras como Darth Vader e Mestre Yoda em algum momento da vida. Para … Continuar lendo

A representatividade no mundo nerd. Ela importa sim.
Cinema e afins/História em Quadrinhos/Sci Fi no Cinema

A representatividade no mundo nerd. Ela importa sim.

Sou homem e heterossexual, não sou branco (tenho uma “cara de Oriente Médio”), mas tenho privilégios. Se ando pelas ruas nas cidades que perambulo (e faço muito isto), posso até ter receio de ser assaltado, mas não me preocupo em ser violentado sexualmente. Numa roda de conversa (aqui no Brasil e, de certa forma, em … Continuar lendo

Realidades Alternativas e Terras Paralelas nas HQ’s, Literatura e TV
História em Quadrinhos/Literatura de Ficção Científica/Sci Fi no Cinema

Realidades Alternativas e Terras Paralelas nas HQ’s, Literatura e TV

Desde que li a clássica história em quadrinhos “Crise nas Infinitas Terras” da DC Comics, de George Perez e Marv Wolfman, a ideia de “Terras Paralelas” e realidades alternativas se tornou uma verdadeira paixão para mim (na Marvel, gostava muito dos especiais “O que aconteceria se…” e o do Conan na era contemporânea era um … Continuar lendo

Robocop de José Padilha: resenha com cointreau
Ficção Científica e Política/Sci Fi no Cinema

Robocop de José Padilha: resenha com cointreau

José Padilha é um dos meus diretores preferidos. A razão dessa preferência, ou ao menos a origem dela, foi Tropa de Elite 2 – O Inimigo Agora é Outro. E digo isso porque é na continuação de Tropa de Elite, retumbante sucesso cinematográfico brasileiro com Wagner Moura, que temos um diretor mais seguro da mensagem … Continuar lendo

“Her”: resenha com cointreau
Cinema e afins/Sci Fi no Cinema

“Her”: resenha com cointreau

O ano de 2013 foi um ano de excelentes filmes. Muitos. “Azul é a cor mais quente”, filme de Abdellatif Kechiche, “Gravidade”, filme de Alfonso Cuarón, “Clube de Compras Dallas”, filme de Jean-Marc Vallée e “12 anos de escravidão” de Steve McQueen são apenas alguns dos filmes que me lembro de memória e a maioria são concorrentes … Continuar lendo

“I’m here” de Spike Jonze e a boa metáfora robótica
Sci Fi no Cinema

“I’m here” de Spike Jonze e a boa metáfora robótica

Se você me perguntar, leitor e leitora do Cabaré das Ideias, quais filmes de robôs eu prefiro, te respondo prontamente que “O Homem Bicentenário” e “Blade Runner” são os meus preferidos. E se tiver que simpatizar por algum robô (andróide, se preferir) na história do cinema, Roy Bathes” é meu preferido. Assisti agora a pouco … Continuar lendo

Elysium de Neill Blomkamp – a crítica social como recurso de uma ficção científica engajada
Sci Fi no Cinema

Elysium de Neill Blomkamp – a crítica social como recurso de uma ficção científica engajada

Um dos maiores méritos da boa ficção científica, na literatura ou no cinema, é situar o progresso tecnológico dentro de uma questão social ou mesmo um drama psicológico. Ou as duas coisas, o que é ainda melhor. Acho muito pobre creditar à ficção científica projeções de futuro tecnológico e ponto. Todo progresso tecnológico é situado … Continuar lendo

Círculo de Fogo e a saudade de destruir monstrengos
Sci Fi no Cinema

Círculo de Fogo e a saudade de destruir monstrengos

Uma semana cravada foi o tempo que pude resistir. Relutei em assistir “Círculo de Fogo” (Pacific Rim, dirigido por Guillermo Del Toro e roteirizado por Travis Beacham) não sei bem o porque. Talvez fosse a relutância adulta de contemplar robôs gigantes combatendo monstros lovecraftianos. Acho que essa é a melhor “desculpa”. É foi uma bela … Continuar lendo

O Homem de Aço: uma excelente ficção científica inspirada numa HQ
Cinema e afins/História em Quadrinhos/Sci Fi no Cinema

O Homem de Aço: uma excelente ficção científica inspirada numa HQ

Acho que quem entrou na sala de cinema para assistir ao filme “O Homem de Aço” esperando ver um filme inspirado  apenas numa história em quadrinhos provavelmente saiu fazendo mimimi. Chorando feito um nerd sebento que exige transposição das páginas das HQ’s direto para a tela de cinema como se fossem um mesmo tipo de … Continuar lendo

A dimensão “nerd” do arquétipo feminino: o Dia das Mães
Cinema e afins/História em Quadrinhos/Sci Fi no Cinema

A dimensão “nerd” do arquétipo feminino: o Dia das Mães

Hoje é Dia das Mães. Espere, verdade seja dita todo dia é Dia das Mães. Essa data convencionada hoje, no caso brasileiro, é muito mais uma convenção comercial que, necessariamente, cultural. Ainda mais se levarmos em consideração a história. Mas o objetivo desse post não é discutir o porque dessa data, mas a representação do … Continuar lendo

Ficção Científica e Política/Literatura de Ficção Científica/Sci Fi no Cinema

5 razões para assistir Jornada nas Estrelas

Eis um artigo exclusivíssimo para o Cabaré das Ideias (calma leitores do Ao Sugo que logo, logo vocês poderão ler o artigo lá também) que fiz pensando para meu grande amigo Ben Hazrael. Como todos sabem, somos não só parceiros blogueiros, mas também nerds por vocação, o que não é bolinho não. Apesar de todos acharem que está em alta … Continuar lendo

A Viagem (“Cloud atlas”) dos Irmãos Wachowski – trailer em português
Sci Fi no Cinema

A Viagem (“Cloud atlas”) dos Irmãos Wachowski – trailer em português

Muito já foi dito negativamente sobre a qualidade criativa dos Irmãos Wachowski depois do final da Trilogia Matrix e, no geral, tenho a imensa satisfação de discordar. Não sobre o final “teletubbies” de Matrix Revolutions – que foi péssimo realmente – mas sobre a capacidade criativa dos irmãos Andy e Lana Wachowski. Matrix, para mim, … Continuar lendo

Star Wars: Episódio I – A Ameaça Fantasma (Star Wars: Episode I – The Phanton Menace) em 3-D: mais dinheiro no bolso de George Lucas
Sci Fi no Cinema

Star Wars: Episódio I – A Ameaça Fantasma (Star Wars: Episode I – The Phanton Menace) em 3-D: mais dinheiro no bolso de George Lucas

Ok, Ok! Não é de hoje que o bom e velho sacana do George Lucas fica revirando a Sagrada Trilogia (Episódios IV, V e VI) e começou a fazer isso também com a Nova Trilogia (Episódios I, II e III). E como a bola da vez é o “3-D”, o “Imperador” do Rancho Skywalker decidiu … Continuar lendo

Escolha seu Lado Hamburguer da Força!
Realidade Overpower/Sci Fi no Cinema

Escolha seu Lado Hamburguer da Força!

De alguma forma Star Wars e seus conceitos transcenderam a realidade dos filmes. Em geral, os nerds gordos e sedentarios compram seus action figures ou gibis relacionados aos filmes e personagens, mas descobri que a Força atingiu, em cheio, também o lado gastronomico, graças a Quick, uma rede francesa/belga de fast food. Preparem-se nerds gordos … Continuar lendo

“E se eu te disser que a República está sob o comando do Lorde Sombrio de Sith?”
Sci Fi no Cinema

“E se eu te disser que a República está sob o comando do Lorde Sombrio de Sith?”

A pergunta que intitula esse post foi feita pelo Conde Dooku, antigo Cavaleiro Jedi – discípulo de Mestre Yoda e mestre de Qui-Gon-Jinn, que se tornou, após a amarga sensação de corrupção que assolava a República, um Lord Sith, discípulo de Darth Sidious – a Obi Wan Kenobi em Star Wars – Episódio II: O Ataque … Continuar lendo

Literatura de Ficção Científica/Sci Fi no Cinema

Mais de Cem Anos de Solidão na Ficção Científica

Muitos filmes e muitos livros (ambos com a temática de Ficção Científica, no caso do objetivo deste post) foram produzidos e todos, invariavelmente, lidavam com essa situação: a solidão e sua tristeza contínua. Alguns com mais afinco e outros com mais suavidade. Posso citar, de memória imediata, filmes como Lunar, Mad Max ou Eu Sou A Lenda ou livros como A Estrada de Cormac McCarthy, Apocalipse Z de Manel Loureiro ou Blecaute de Marcelo Rubens Paiva. Produções com temáticas diferenciadas (do apocalipse zumbi ao apocalipse nuclear, do guerreiro das estradas ao astronauta-clone), mas todas ligadas pelo fio da crescente desesperança, ainda que algumas proponham, em suas obras, o resgate da esperança, mas sempre uma esperança com o (a) outro (a), nunca sem ele (ela). Continuar lendo