Literatura/Realidade Overpower

“A Realidade Oculta” de Brian Greene: resenha com cointreau

Acredito que o tema que mais me fascina na ficção científica seja a existência de um multiverso. Nos Quadrinhos, Crise16315370 nas Infinitas Terras, de Marv Wolfman e George Perez, e Terra 2, de Grant Morrisson e Frank Quitely, e na literatura, O Homem do Castelo Alto, de Philip K. Dick, figuram tranquilamente no Top 5 de obras que trataram o tema de maneira instigante e que estimulou, de maneira fluída, seus leitores e suas leitoras a procurar saber mais sobre esse “aparente” delírio da ficção científica, seja nas histórias em quadrinhos ou na literatura. Mas se pararmos pra pensar, do ponto de vista científico, a existência de um multiverso demanda uma profunda reflexão sobre o espaço, o tempo e tudo mais que há e partir das leituras “mastigadas” (para quem não é oriundo da Física) e mais “palatáveis” da Relatividade e da Mecânica Quântica, mesmo assim, imprime a necessidade de leitura atenta, o que demanda do autor ou autora que vai tratar de temas ligados à Ciência (divulgação científica para ser mais exato) uma habilidade sutil em “traduzir” modelos e conceitos para o público diverso que frequenta uma livraria. Felizmente, é o caso de Brian Greene.

realidade ocultaO Físico Brian Greene, professor na Columbia University, consegue escrever um livro sobre universos paralelos com habilidade de um escritor que também é físico (e não o contrário). Em “A Realidade Oculta”, Brian Greene nos prepara para o debate sobre uma “ciência do multiverso” passeando pelos debates iniciais da Física Moderna e Contemporânea, em especial envolvendo a Relatividade e a Mecânica Quântica, aparentemente dois campos da Física que se afastam a cada passo que se mergulha nos seus arcabouços teóricos e conceituais e mesmo na empiria envolvendo as dimensões de seus respectivos objetos, além de gerarem debates e intrigas dignas de dramalhões novelísticos do Manoel Carlos. O objetivo de Greene é claro: discorrer sobre a ciência e o multiverso e para isto necessita historiar as descobertas e os inúmeros debates na Física Quântica e Relatividade chegando a Teoria das Cordas, com parcimônia e linguagem de fácil compreensão para o leitor e a leitora não habituad@s ao profundo debate envolvendo ideias como “universo – bolhas”, “multiverso cíclico e das branas”, “multiverso quântico e holográfico”. Costurando sua argumentação em torno da viabilidade conceitual de um multiverso, Greene vai nos apresentando essas abordagens e capítulos que, embora de fácil leitura, também demanda atenção ao seu leitor e a sua leitora, afinal, debater sobre universos paralelos envolve questionar uma série de premissas que fundamentaram todo nosso pensamento científico.

As perguntas mais básicas como: se existe um multiverso, de onde ele surgiu? Há um número finito de universos paralelos? eles vibram em quais frequências? é possível captar, empiricamente, algum sinal do multiverso? E digo a vocês, leitores e leitoras do Cabaré das Ideias, fiz inúmeros paralelos das teorias apresentadas por Greene com algumas obras de quadrinhos e literatura (além daquelas citadas no início do post).

Todas essas perguntas, entre outras, Brian Greene busca responder em seu livro. É claro que há mais perguntas que respostas, mas aí se encontra o mérito da boa Ciência. Eu “saí” de suas páginas convicto da elegância da teoria das cordas e as respostas que já aponta para todas essas perguntas. O livro está sendo vendido na Livraria Cultura por R$ 63,00, num preço bem salgado, seu ebook está pela metade do preço. Para comprar, acesse clicando aqui e boa leitura.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s