Cinema e afins

Recife Frio e o que a mudança do clima tem a nos dizer sobre a desigualdade social

Quando me falaram a respeito do curta-metragem “Recife Frio” de Kleber Mendonça Filho diretor do premiado “O Som ao Redor”, de imediato me chamou a atenção a fina ironia do curta e como o fator ambiental, no caso o clima, foi uma metáfora excelente para refletir sobre desigualdade social. Nota-se que as pessoas envolvidas se enxergam descrevendo uma situação completamente surreal. A metáfora do “quarto da empregada”, como resquício da senzala, e a “patroa” justificando o “lugar da empregada” no novo status ambiental do apartamento foi tragicômica. Reflete muito bem os papéis e valores sobre os mesmos com ou sem mudança do clima.
De toda forma, leitor e leitora do Cabaré das Idéias, acredito que vale assistir esse curta narrado na forma de documentário estrangeiro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s