História em Quadrinhos/Literatura de Ficção Científica/Sci Fi no Cinema

Realidades Alternativas e Terras Paralelas nas HQ’s, Literatura e TV

Desde que li a clássica história em quadrinhos “Crise nas Infinitas Terras” da DC Comics, de George Perez e Marv Wolfman, a ideia de “Terras Paralelas” e realidades alternativas se tornou uma verdadeira paixão para mim (na Marvel, gostava muito dos especiais “O que aconteceria se…” e o do Conan na era contemporânea era um dos meus favoritos). Se li “Crise nas Infinitas Terras” com uns 10 anos (ou 8 anos, não me lembro bem) e passei a escrever e desenhar, em meus cadernos de desenho, histórias em quadrinhos que, na maioria das vezes, tratavam de realidades alternativas, esse hábito e paixão não desapareceu com o avançar da idade e meus atuais 35 anos de idade. Na verdade, só estimulou mais e mais minha imaginação, fazendo-me – muitas vezes – meio que ler ou assistir alguma coisa e começar a pensar em como seria se fosse diferente.

Acreditem: posso me perder por minutos e mais minutos com esses devaneios. Pensamento vai longe: pequenos eventos que alteram, de forma significativa, a realidade. Grosso modo, é um petisco metafórico da teoria do caos. Para quem não conhece, a teoria do caos se originou da inquietação de Edward Lorenz, um meteorologista do MIT que, ao criar um modelo computacional baseado em 12 equações simples para previsão do tempo descobriu que pequenas alterações nas variáveis independentes terminam por alterar significativamente os resultados. Surgiu aí o “efeito borboleta”. Como ciência se faz em rede, logo essas observações de Lorenz terminaram por alimentar outras questões científicas e refinar o próprio debate que criou. Uma das contribuições mais interessantes ao desenvolvimento da “teoria do caos” foi quando o matemático James Yorke e o biólogo Robert May começaram a perceber que “dependendo de como você utiliza um certo fator, os resultados podem se tornar altamente previsíveis ou altamente caóticos.” Aí reside o elemento fantástico: esse modelo pode e foi aplicado nas mais diversas áreas, como Demografia, Saúde Pública e Economia. De certa forma, a ideia de que pequenos eventos podem desencadear alterações significativas não é embrionária do século XX, há um famoso trecho de um poema de George Herbert, que retrata de forma simples essa teoria:

Por falta de um prego, perdeu-se uma ferradura. Por falta de uma ferradura, perdeu-se um cavalo. Por falta de um cavalo, perdeu-se um cavaleiro. Por falta de um cavaleiro, perdeu-se uma batalha. E assim, um reino foi perdido. Tudo por falta de um prego.

E escrevi tudo isso para lembrar como essa questão física e metafísica me atrai. O que me traz para a razão desse post: num belo dia, terminando de “devorar” a última temporada de Breaking Bad, assisti uma brincadeira feita pelo produtor Vince Vaughan com um “final alternativo” de Walter White e seu famoso alter ego “Heisenberg”. Achei muito legal e fiquei pensando em listar algumas HQ’s, livros e seriados de TV que tratassem direta ou indiretamente de realidades alternativas e fiz uma lista das minhas preferidas, mas sem ideia de “qual a melhor?”. O critério realmente foi a ideia de que pequenos eventos desencadeiam resultados imprevisíveis que alteram, de forma significativa, o que seriam os cenários normais de determinada realidade.

Liga da Justiça: o prego

liga-da-justica-the-nail-o-prego-mini-serie-completa-5320-MLB4957512389_092013-F

Imaginem se o carro de Martha e Jonathan Kent tivesse o pneu furado justamente no momento em que a nave de Kal – El chegava à Terra, especificamente a Smallville? Pois é. Foi o que aconteceu. Literalmente (lembrando o trecho do poema antes citado no post), a realidade se alterou, de forma dramática, nessa história em quadrinhos. Escrita por Alan Davis e ilustrada por Mark Farmer, essa realidade de “Liga da Justiça: o prego” mostra um mundo sem Superman. Os desdobramentos são vários e uma HQ com uma premissa tão simples teve uma das tramas mais bacanas para estimular esse pensamento do “E se…”.

Fringe

fringe-001

Fringe foi uma dos meus seriados preferidos. As razões são diversas: por ser uma seriado de ficção científica (me sentia órfão desde Arquivo X), pelos temas diversos e cada vez mais estranhos e nebulosos retratados nos episódios que me faziam buscar informações a respeito, pelos atores envolvidos no seriado e por uma personagem feminina forte como protagonista da série. A própria “razão de ser” de Fringe envolve realidades alternativas, especificamente uma Terra Paralela que sofreu uma alteração substancial em sua história e na própria tessitura da sua realidade devido a um pequeno evento (salvar uma criança é uma nobre intenção, não?). Foram 5 temporadas de altos e baixos, mas com muito mais qualidade do que defeito em minha opinião quanto a sua produção. Tenho todas as 5 temporadas e espero reassistir meus episódios preferidos num futuro Shabat Sci Fi.

O Homem do Castelo Alto de Philip K. Dick

dick2010_2

O que aconteceria se o Eixo, constituído pela Alemanha Nazista, o Império Japonês e a Itália tivessem vencido a Segunda Guerra Mundial? Acho que essa é uma das perguntas mais propensas a gerar inúmeras ficções possíveis. Philip K. Dick, meu autor preferido de ficção científica, escreveu esse romance perturbador, O Homem do Castelo Alto, e nos deu inúmeras respostas, todas lidando com essa intrincada teia da realidade. Seu maior mérito literário, acredito, foi jogar com a ideia de realidade paralela e história alternativa construindo a trama do romance enquanto as varetas do I Ching são jogadas no romance. Genial. Para ler uma resenha mais detalhada do romance, clique aqui.

1Q84 de Haruki Murakami

1Q84

Relutei um tempo para ler a trilogia literária 1Q84 de Haruki Murakami. Erro meu que tratei de corrigir. Comprei o primeiro volume e o devorei completamente. Logo fui atrás do segundo e terceiros volumes mas, para azar literário meu, o terceiro volume não se encontrava na livraria. Menos mal, ao menos o segundo volume estava em mãos. E devorei cada página dessa trilogia literária que já figura entre os meus 10 livros (os 3 volumes como um só) preferidos. 1Q84 envolve a existência de uma Terra Paralela e, também, a incorporação de que pequenas alterações podem significar o desenvolvimento de uma realidade paralela. A narrativa é envolvente, os protagonistas, então, parecem tangíveis. 1Q84, definitivamente, merece o destaque que recebeu e vem recebendo desde que foi publicada no Japão e, de lá, se espalhou pelo mundo. Pretendo, ao terminar o terceiro livro, escrever uma detida resenha aqui para o Cabaré das Ideias. Quase obrigação :p

Superman: entre a Foice e o Martelo

Superman_Red_Son_1

Outra história em quadrinhos envolvendo o Superman. Aqui, no caso, é uma das mais emblemáticas e consideradas mais importante HQ feita com o personagem: Superman: red son (no original em inglês) ou, no Brasil, Superman: entre a Foice e o Martelo. Escrita por Mark Millar e ilustrada por Dave Johnson e Kilian Plunkett, a HQ apresenta uma história com uma premissa muito parecida com “The Nail” (Liga da Justiça: o prego) que citei anteriormente: a nave do bebê Kal-El não é resgatada por Martha e Jonathan Kent e nem pelo povo “Amish”, como no caso de “The Nail”, mas a nave do bebê Kal-El, por causa da rotação da Terra, cai na antiga União Soviética (se bem me lembro, na Ucrânia). Tudo é alterado por causa desse “desvio”. Superman se torna um comunista, braço direto de Stalin, depois Secretário Geral do Partido Comunista e por aí vai. O legal dessa HQ é como pescamos, aqui e ali, as alterações nos personagens e seus contextos pessoais, sociais e históricos. Batman, Lex Luthor e a Mulher Maravilha são os melhores exemplos.

Tentei de todas as formas me lembrar de alguma de Arquivo X, mas confesso que não consegui. E você, leitor e leitora do Cabaré, tem alguma história de realidade alternativa que mais goste? Comente aí!

Anúncios

6 pensamentos sobre “Realidades Alternativas e Terras Paralelas nas HQ’s, Literatura e TV

  1. Eu acabei parando a leitura do Murakami e ainda não voltei… Achei a narrativa dele densa, bem cuidada e escrita com esmero, mas eu estava me demorando demais nas páginas e acabei deixando de lado. Ouvi coisas maravilhosas sobre o autor e seus livros, mas admito que ainda me falta coragem de terminar o livro. rs 🙂

    Curtir

  2. Buffy teve uma storyline de realidade alternativa onde a Buffy não ia morar em Sunnydale e o Xander e a Willow viravam vampiros.

    Curtir

  3. Fringe mora no meu coração. Eu já tinha interesse por universos paralelos, depois da série então.

    A Dana criou um projeto literário, o Volta ao Mundo 12 livros. E o mês de fevereiro a leitura foi do Murakami. Infelizmente não participei desse, e li tantas críticas negativas de 1Q84 que não me animei. Mas seus comentários me deixaram curiosíssima. Aguardando uma resenha da trilogia.

    Ah, comecei a ler Simulacron-3, livro que inspirou o filme 13 andar. Não é sobre universos paralelos, mas é um tema tão interessante quanto ele, universos simulados. Adorei o filme, então acredito que o livro seja melhor ainda.

    Curtir

  4. Fringe mora no meu coração. Eu já tinha interesse por universos paralelos, depois da série então.

    A Dana criou um projeto literário, o Volta ao Mundo 12 livros. E o mês de fevereiro a leitura foi do Murakami. Infelizmente não participei desse, e li tantas críticas negativas de 1Q84 que não me animei. Mas seus comentários me deixaram curiosíssima. Aguardando uma resenha da trilogia.

    Ah, comecei a ler Simulacron-3, livro que inspirou o filme 13 andar. Não é sobre universos paralelos, mas é um tema tão interessante quanto ele, universos simulados. Adorei o filme, então acredito que o livro seja melhor ainda.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s