Cinema e afins/História em Quadrinhos

Top 5 versões mais assustadoras do Coringa

Se há um vilão que consegue a “simpatia” de 09 entre 10 nerds leitores/leitoras de histórias em quadrinhos é o Coringa. Muitos o consideram a antítese perfeita do Batman. Enquanto o Cavaleiro das Trevas é analítico e “racional”, o Coringa é ensandecido e caótico. Não há melhor definição para a comparação entre os personagens. Criado por Bill Finger e Bob Kane em 1940 para a revista “Batman #1, o Coringa pode ser considerado o arqui-inimigo do Batman. Um verdadeiro palhaço, mas do crime. Ao longo do tempo, seu nível de insanidade foi aumentando e seus crimes cada vez mais atrozes, graças em parte a Dennis O’Neil e Neal Adams que resgataram o homicida característico do personagem em sua origem (que havia sido solapado por causa do Comics Code Authority dos EUA) e que permanece até hoje. Sua origem realmente é nebulosa, ainda que em Batman – a piada mortal (uma das melhores HQ’s escritas sobre a relação entre Batman e Coringa), escrita por Alan Moore e desenhada por Brian Bolland, seja “contada” a origem do personagem, a mesma ainda é nebulosa e, talvez, seja um aspecto importante para a consolidação do personagem como antítese do Batman. Sabemos o que motivou Bruce Wayne a se tornar o Batman (o assassinato de seus pais à sua frente quando criança), mas não sabemos, verdadeiramente, o que fez o Coringa ser o que é: a encarnação do que há de mais maligno e caótico. E a DC Comics sempre fez questão de não responder claramente, através das inúmeras revistas que publicou, a “origem” do Coringa. Há indícios apenas e, acredito, é melhor que fique assim.

A loucura do Coringa foi sendo lapidada ao longo do tempo por diversos autores. Mais ou menos sádico, seu comportamento e conflito com o Batman dependia diretamente do contexto das HQ’s publicada – e mesmo dos filmes que foram produzidos. Embora tenha sido escrito por diversos autores nas HQ’s e interpretado por inúmeros atores, terminei por separar um Top 5 do Coringa aqui para o Cabaré das Ideias, agregando tanto versões dos quadrinhos quanto do cinema. 

Vamos lá então por esse passeio pelo Príncipe Palhaço dos Bobos!

5. O Coringa de Grant Morrisson e Dave Mckean 

Em “Asilo Arkham”, Grant Morrisson nos presenteia um Coringa sádico, descarado e completamente ensandecido. Essa HQ é uma das mais clássicas do Batman e também possui um dos momentos mais inusitados das HQ’s: o Coringa passa a mão na bunda do Batman! Essa HQ é tão clássica é tão clássica que o Coringa do Morrisson talvez seja aquele que mais tenha representado a genialidade caótica do personagem. 

4. Coringa em “Uma Morte em Família”

“Isso vai doer mais em você do que em mim!”, diz o Coringa ao Robin (Jason Todd) antes de espancá-lo com um pé de cabra. Essa HQ, produzida por Jim Starlin e Jim Aparo, é um clássico das histórias em quadrinhos. E retrata um Coringa muito “lúcido” e assustador. A frieza com que espanca o Robin e deixa-o morrer é marcante, bem como as pausas que tem ao pensar na reação do Batman à morte do Robin. Uma HQ sensacional (embora abomine, desde que a li na década de 1980, os desenhos de Jim Aparo). Outro momento marcante é quando, como embaixador do Irã na ONU, encontra Batman e Superman e diz aos mesmos: “ora, mas que surpresa agradável, meus velhos amigos vieram me congratular. É isso aí pessoal, sou o embaixador do Irã nas Nações Unidas. Mordam-se de inveja!” Fenomenal.

3. Coringa da  HQ “Batman – o Cavaleiro das Trevas” de Frank Miller

O Coringa de Frank Miller é o Coringa mais frio e calculista que conheci. Na HQ “Batman – o cavaleiro das trevas”, o caos parece ter sido transferido do Coringa para a cidade de Gotham. E o que restou ao Coringa foi a frieza. Elegante e sanguinário, este Coringa é uma das versões mais originais do personagem. E um dos meus preferidos.

2. Coringa de Heath Ledger no filme “Batman – o Cavaleiro das Trevas” 

O Coringa de Heath Ledger é perfeito. Há tudo do personagem, desenvolvido desde sua criação em 1940, na interpretação de Heath Ledger. E seu Coringa foi tão bem representado que lhe faturou um Oscar, ainda que póstumo. “Batman – o cavaleiro das trevas” em minha opinião é o melhor filme baseado em histórias em quadrinhos já produzido e a interpretação de Heath Ledger do personagem Coringa é, arrisco a dizer, insuperável, insuperável pelo caos de suas percepções transpostas à tela do cinema, pela maneira como seu comportamento é completamente distoante dos demais personagens como deve ser quem representa o Coringa e, claro, por sua relação de ódio e amor pelo que representa o Batman. Alguém pode até chegar perto ou até igualar, mas superar? Difícil.

1. Coringa de “A Piada Mortal” de Alan Moore

Alan Moore é um dos meus autores preferidos. E escreveu uma das melhores versões do Coringa que já tive a oportunidade de ler, com direito a “origem” do personagem e tudo mais: “A Piada Mortal”. Nesta HQ, Alan Moore mostra o Coringa no ápice de sua loucura. Ele aleija e estupra a Barbara Gordon (Batgirl), tortura o Comissário Gordon e quase, veja bem, quase leva o Batman à loucura. Em seus momentos finais o Coringa “vence” o Batman ao fazer com que o Cavaleiro das Trevas compartilhe com ele uma bela duma risada. É uma das HQ’s mais geniais que pude ler. Obrigatória para qualquer fã de histórias em quadrinhos e do Coringa, em especial.

Menção Honrosa

O Coringa do “BATIMA – FEIRA DA FRUTA”.

Dizer o que a respeito desse “Coringa” aí? É genial. Em especial seu objetivo: tirar o pinto do BATIMA. Diálogo: “SABE O QUE É ISSO AQUI, MINHA FILHA? ISSO AQUI É PRA AMOLECER PINTO. ISSO AQUI CAI PINTO…

Anúncios

4 pensamentos sobre “Top 5 versões mais assustadoras do Coringa

  1. O da feira da fruta é o melhor…

    É uma pena que Heath Ledger tenha feito um personagem tão marcante, e tenha encaixado o filme de uma maneira tão brilhante que o terceiro filme foi montado em cima de buracos e, na minha opinião, tenha acabado como um filme comum, e, em certas cenas, ruim.

    Curtir

  2. Na boa, você só pode estar brincando. Seu TOP 5 perdeu a credibilidade quando você colocou Heath Ledger a frente do bizarro Coringa do Asilo Arkham, do sádico Coringa de Morte em Família e do suicida Coringa de Cavaleiro das Trevas e chamou aquilo de “perfeito”.
    Aquilo tá longe de ser perfeito e longe de ser o Coringa.

    Curtir

    • Ainda bem que é opinião sua, né? E, assim como a minha, não é uma sentença divina que deve ser obedecida cegamente.
      E aquele é o Coringa e expliquei os motivos pra tanto.

      Curtir

  3. Na boa todo coringa ai e perfeito pq cada um tem suas características pessoais e nenhum perde a essência do personagem q e ser louco..insano e ao mesmo tempo frio e calculista….porem o meu ciringa e o do game arkham asylum e City..sei q vc citou da hqs e cinema…mas vey…aquele coringa e perfeito demais meu …medonho …louco…. Inteligente e a dublagem do Mark hamill da um traço a mais no personagem…acho q ninguém concorda comigo…mas pra mim aquele e o melhor kkkkkk mt top…mas coringa e coringa…..sou fanzaco dele

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s