Sci Fi no Cinema

Another Earth – resenha crítica

E se você tivesse a chance – de algum modo – de corrigir um erro terrível que cometeu e que lhe custou sonhos e mais: custou a vida de outras pessoas?

Talvez iniciar com uma pergunta essa resenha do filme “Another Earth” seja a melhor maneira de apresentar um filme que poderíamos enquadrar – se fosse necessário – como um drama de ficção científica. E acreditem: todos os elementos de um drama e mesmo de uma ficção científica estão neste filme, escrito por Mike Cahill e Brit Marling e com uma bem conduzida direção do próprio Mike Cahill. No início da história, a excelente Brit Marling interpreta Rhoda Williams, recém – aceita para o MIT cuja noite foi de intensa celebração por essa conquista, decide retornar para casa – embriagada – e dirigindo. Nesta noite, um estranho fenômeno passa a se tornar visível a olho nu da Terra: um planeta desconhecido. Ao observar – enquanto dirige – o planeta, ela acaba por causar um acidente desastroso que culmina nas mortes de uma família, ou ao menos boa parte dela. Presa por quatro anos, ela precisa reconstruir sua vida. Mas é a culpa que a devora e o diretor Mike Cahill utiliza bem de tons ébrios no ambiente para retratar a angústia e desesperança que cerca Rhoda. Mas surge uma esperança: um concurso de redação premiará ao vencedor uma viagem até essa “Terra 2” e Rhoda decide investir o pouco de esperança que lhe resta. E enquanto isso, ela busca o perdão junto a quem teve sua vida destruída, John Burroughs (interpretado por William Mapother), único sobrevivente do acidente causado por Rhoda.

Com um roteiro bem elaborado e sem cair em pieguices e culpa puritana (típica de muitos filmes estadunidenses), interpretação segura e cativante de Brit Marling (me emocionei ao ver a trilogia “Fundação” de Isaac Asimov sob a mesa de Rhoda no início do filme) e uma trilha sonora muito bem dosada (música original por Fall On your Sword, dê uma procurada na net que vale  a pena!), “Another Earth” é um filme sobre os efeitos que a esperança proporciona às pessoas. Embora o debate sobre a Terra Paralela ocorra – e é fundamental ao desfecho da trama – toda o “debate científico” diz respeito, fundamentalmente,  ao espírito humano. “Another Earth” é um dos filmes mais bonitos que assisti nos últimos anos e que seguramente vai se encontrar logo logo na minha DVDteca de Filmes de Ficção Científica. Caso ainda não conheça o filme, segue abaixo o trailer da película. Caso se interesse, baixe “Rhoda’s Theme” e aprecie a incidental música.

Anúncios

4 pensamentos sobre “Another Earth – resenha crítica

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s