História em Quadrinhos

Liga da Justiça Sombria #3: resenha e download

Como tenho dito em outros posts, a revista da Liga da Justiça Sombria mostrou-se a mais agradável das surpresas desse DC New 52 e parte desse saldo positivo se deve a sua equipe criativa constituida por Peter Milligan e Mikel Janin. O ritmo da história não é alucinante (como da Liga da Justiça de Geoff Johns e Jim Lee) e tem um forte conteúdo adulto mesmo, quase como se fosse uma revista Vertigo “light” ou “soft”. E nesta terceira edição podemos perceber o “experimentalismo super-heroico” de Milligan e Janin na maneira como retratam os “membros” dessa Liga da Justiça Sombria. E acreditem, o bom realismo associado a uma psicodelia (é possível, produção? é, acho que é sim!) fazem de Liga da Justiça Sombria uma excelente revista.

Em Liga da Justiça Sombria #3 continuamos a acompanhar a formação de um grupo de magos, bruxas e demais desajustados ligados a magia com o objetivo de impedir que Magia (a personagem) consiga atingir com a loucura, destruição e morte todo o mundo. O interessante nessa formação do grupo é que não há uma ação lógica por trás das ações do grupo para enfrentar toda essa loucura e perigos mágicos. Talvez Zatanna e John Constantine sejam os mais próximos de uma racionalidade a serviço do fim dessa loucura e sabe o que é mais interessante? Peter Milligan escreve o encontro entre Constantine e Zatanna de uma forma pouco usual nas HQ. Em geral, quando personagens se encontram em HQ’s já tratam de sair na porrada uns com os outros para, somente então, começarem a dialogar. Com Constantine e Zatanna (já é uma das 3 personagens preferidas neste DC New 52) a coisa funciona diferente: eles vão é para a cama. E os diálogos entre Zatanna (agora com uma personalidade muito mais forte que a antiga e insegura do antigo universo DC) e Constantine (um canalha, seja na New DC ou na Vertigo, mas um canalha legal) são ótimos. Peter Milligan, realmente, está caprichando em Liga da Justiça Sombria.

E há Shade. Shade e o escritor Peter Milligan vem de uma longa história nas histórias em quadrinhos. E Milligan sabe como ninguém como escrever o desajustado Shade.

Para apreciar Liga da Justiça Sombria #3, basta fazer o download da revista em português clicando aqui. E boa diversão!

Anúncios

2 pensamentos sobre “Liga da Justiça Sombria #3: resenha e download

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s