Realidade Overpower

Tai Chi Chuan: a busca marcial e terapêutica pelo equilíbrio

Comecei a praticar Tai Chi Chuan há menos de seis meses. Antes havia feito duas outras artes marciais: Ninjitsu e Kung Fu. Ambas me ensinaram muito, mas hoje sou seguro em dizer que o Tai Chi Chuan mostra-se uma arte marcial completa, que contempla o aspecto marcial da arte como também o aspecto terapêutico, existindo inúmeros benefícios à saúde do praticante de Tai Chi Chuan. A médica geriatra Juliana Yumi, do Hospital das Clínicas de São Paulo, diz que isso acontece porque a prática é muito mais do que os simples exercícios. “Envolve coordenação, respiração, meditação. E usa bastante a parte cognitiva. Você tem que estar consciente de sua postura, saber o nome dela, geralmente em chinês, o que significa criar uma imagem mental e reproduzi-la com seu corpo.”

Por volta de 1700 anos atrás, o médico Chinês Hua-Tuo, observou que o exercício constituía um excelente meio de melhorar e estimular a saúde mental e corporal. A ideia era que os seres humanos deveriam exercitar-se e os exercícios deveriam basear-se na imitação dos movimentos de animais, como a garça, o tigre, a serpente,o urso, entre outros. O intuito seria recobrar as habilidades originais da vida inspirada na natureza, há muito perdidas, organizando, então, a Luta dos Cinco Animais, constituindo aquela que seria a primeira arte marcial chinesa. Segundo o site da Sociedade Brasileira de Tai Chi Chuan:

Por volta de 475 D.C. Ta-Mo (Bodhidharma) veio para a China desde a Índia, para difundir seus ensinamentos religiosos e foi residir no Templo Shaolin na área de Tang Fung, no Norte da China. Além de obrigações religiosas e meditação, ele incluiu treinamentos físicos na rotina diária dos monges. Usou a Luta dos Cinco Animais para desenvolver em seus seguidores, uma disciplina de equilíbrio físico e mental. A dedicação ao Budismo, combinada com uma abundância no tempo para a prática, permitiu que a Luta dos Cinco Animais de desenvolvesse neste contexto numa arte marcial de alto nível. Quando os seguidores de Ta-Mo difundiram suas crenças religiosas através da China, levaram junto consigo, sua Arte Marcial. O sistema desenvolvido pelos monges do Templo Shaolin tornou-se conhecido como o Sistema Arte Marcial Shaolin. Ele enfatizava tanto o fortalecimento físico como o desenvolvimento espiritual. Este foi o início do desenvolvimento sistemático das Artes Marciais externas na China.

Talvez a simplicidade e elegância verdadeira do Tai Chi Chuan tenham me absorvido por completo, desde que tomei conhecimento dessa arte marcial. O Tai Chi Chuan repousa no equilíbrio entre os movimentos de expansão e recolhimentos (dirigidos pela respiração atenta) e seus movimentos marciais são conduzidos pelos princípios taoístas do Yin e do Yang (melhorando o desempenho mental e físico) e, surpreendentemente, seus movimentos, ao primeiro olhar, “enganam”, até mesmo iludem ao não percebermos a marcialidade dos mesmos. Como arte marcial, o principal princípio do Tai Chi é: Mente e Corpo em harmonia com a ordem natural do universo. O desenvolvimento dos estilos do Tai Chi esteve ligado diretamente às famílias e os sobrenomes familiares ficaram ligados aos estilos (ainda que distintos, mas orientados pelos princípios do Tai Chi) como estilo Chen, Yang (eu mesmo pratico o estilo Yang) e Wu. O Tai Chi, de acordo com a Sociedade Brasileira de Tai Chi Chuan, possui cinco grandes escolas:

Estilo Chen

Nome do local original de nascimento: Vila Chenjagou, Condado Wen, província Hunan.
Criador: Mestre Chen Wanting
Caracteríeticas especiais: alterna movimentos lentos e rápidos, inclui saltos e explosões nos movimentos e pisadas vigorosas. A Velha Forma, foi desenvolvida a partir da 17a. Geração da Família Chen.

Estilo Yang

Nome do local original de nascimento: cidade Guangfuzhen na área de Guangpingfu; Condado de Yongnian, província de Hebei + – 200 anos atrás.
Criador: Mestre Yang Lu chan que aprendeu com Mestre Chen Changxing 14a. geração da Família Chen.
Características especiais: movimentos suaves, lentos, velocidade homogênea, sem alteração de alturas, movimentos longos e grandes.

Estilo Wu/Hao

Nome do local original de nascimento: cidade de Guangfu, condado de Yongnian. Província Hebei.
Criador: Mestre Wu Yuxiang que aprendeu com os Mestres Yang Luchan + Yang Banhou + Chen Qingping.
Características especiais: lento, suave, com posturas pequenas e altas. Sua forma é menor.

Estilo Wu

Nome do local original de nascimento: desconhecido.
Criador: Mestre Wu Jian Quan que aprendeu com seu pai Wu Quanyu que aprendeu com Yang BanHou
Características especiais: Eles inclinam o corpo para o lado, mas quando inclinam, pensam em estar eretos.

Estilo Sun

Nome do local original de nascimento: desconhecido.
Criador: Mestre Sun Lutang que aprendeu com o Mestre Hao Weijian.
Características especiais: seus movimentos combinam 3 estilos de artes marciais: Estilo Wu de Tai Chi Chuan + Hsing I + Ba Gua.

Maiores informações sobre cursos, palestras,etc de Tai Chi Chuan, como arte marcial e terapêutica, podem ser obtidas na página da Sociedade Brasileira de Tai Chi Chuan. Também é interessante visitar a páginda da Revista Tai Chi Brasil. Abaixo alguns excelentes vídeos-demonstração da prática do Tai Chi Chuan.

Este primeiro vídeo é um trecho do documentário ” Masters of Heaven & Earth”

Neste segundo vídeo, algumas demonstrações de técnicas do Tai Chi Chuan para fins de auto-defesa.

Neste terceiro vídeo, uma demonstração do Estilo Yang com o uso de espada. Belíssimo de se observar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s