Realidade Overpower

Caminhando e cantando e seguindo a boléia da vida!

Esta "fota" é fantástica. Na Livraria Cultura, no Recife Antigo, pude observar essa cena surreal da verdadeira "boa preguiça cultural canina"

Eu gosto de viajar. E gosto muito mesmo. Desde que comprei uma máquina fotográfica digital e estrogonificamente certeira para minhas necessidades tecnológicas, sempre que posso e a oportunidade surge, extraio dos cenários que me insiro (ou, em alguns casos, sou inserido) algumas pequenas “sumidades” locais, figuras mesmo, na boa linguagem. Essa quase “realidade paralela” pode estar localizada numa placa ou no encontro com alguém de um exotismo alienígena. É muito bom. Ficar vivendo e existindo num mundo quadradinho não tem muita graça, ao menos pra nosotros.

Vou inserir algumas algumas fotos com figuras que fui encontrando ai na berlinda, outras de placas com anúncios exóticos.

Estava indo encontrar meu amigo João Comédia em Boa Viagem, no Recife, quando me deparei com essa exótica figura: um Homem-Aranha desanimado esperando o ônibus

Em Cuiabá, com o "Rei da Medicina": grande figura da tradicional medicina popular e, segundo ele, "implacável combatente dos médicos desenganadores"!

Em Atibaia, vejo essa figura observando tranquilamente o movimento de vai e vem na cidade. Exótico é pouco!

Essa tirei de um bar-restaurante em Porto de Galinhas! Poético, não?

Numa JediCon, enfrentando Darth Maul para honrar o legado de meu mestre Obi Wan Kenobi

Naquela pressa pra ir pintar a porcelana num hostel em Buenos Aires, me deparo com essa inusitada foto-ilustração. Inspiradora!

Em Recife, no bairo da Boa Vista, encontrei essa verdadeira pop art do Surfista Prateado

O melhor de viajar é poder, acredito em muitas das vezes, criar outras identidades, no melhor dos sentidos. Trocar ideias e ver até onde que podem ir as suas para realmente estabelecer pontes e incentivar verdadeiros intercambios, dos quais os mais malucos são os meus preferidos. Já morei nos últimos anos em muitos lugares, todos no Brasil, por enquanto: Cuiabá, Recife, São Paulo, Porto Alegre, Brasília, Sinop, São Carlos. Alguns fiquei anos, outros poucos meses, mas todos me estimularam a vontade de observar e rir, no bom sentido, das figuras e da realidade exótica que existe nesse mundo que vai ficando um tanto quanto quadrado na sua obsessão, de caráter social, pela uniformização de costumes e percepções .

De minha parte não vai pra frente e como diria o Filósofo e Cientista Social Seu Creysson:


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s